7.7. Código fonte de programas

Exemplo de código fonte. 

/* Hello World program */

#include<stdio.h>   // 1

main()
{
    printf("Hello World");   // 2 imprime "Hello Word" na tela.
}

1

Incluindo biblioteca de entrada/saída.

2

Chamada à função printf, que envia para a saída padrão (o console) o texto recebido.

[Nota]

Padronizamos que os códigos devem ser salvos dentro da pasta capitulos/code/, mantendo o mesmo padrão de organização das imagens.

7.7.1. Trecho de código

Exemplo de trecho de código.

#include<stdio.h>
main() { printf("Hello World"); }

7.7.2. TABs, identação e estilos de códigos

Quando os códigos fontes são inseridos no livro alguns considerações precisam serem feitas:

  • É possível que o seu código seja quebrado em mais de uma página, o que costuma dificultar o entendimento.
  • A identação com TABs é substituída por 8 espaços.
  • Se a linha do código for longa ela será quebrada em mais linhas para caber no impresso.
  • A codificação dos códigos fontes deve ser utf-8 para serem inseridos no livro.
[Importante]

Para manter uma legibilidade no impresso recomendo:

  • Identar código com 2 espaços
  • Diminuir a quantidade de linhas vazias
  • Escrever linhas pequenas, com até 60 caracteres (1 TAB equivale a 8)
  • Ao invés de bloco de comentário, usar comentário de linha sobre o código.
  • Preferir abrir e fechar chaves sem criar uma nova linha:

    Gasta apenas uma linha. 

    if (x>2) { printf ("x é maior do que dois");}

    Legível mas gastou 3 linhas. 

    if (x>2) { // comentário de linha aqui
        printf ("x é maior do que dois"); // identação com TAB
    }

    Legível mas gastou 6 linhas. 

    /* evitar bloco de comentário em linha própria*/
    if (x>2)
    {
        printf ("x é maior do que dois"); // TAB e comentário deixando linha longa.
    }